O bem-estar animal

O bem-estar animal é um dos temas em alta da pecuária nacional e internacional. E o motivo disso é simples: a qualidade de vida dos animais está ligada com a lucratividade de vários ramos: a compra e venda de gado, a produção leiteira e as fazendas de gado de corte.

Hoje, é essencial reconhecer que a qualidade de vida dos animais interfere diretamente na produção de leite. Um animal feliz e descansado produz muito mais, além de evitar doenças que podem afetar sua capacidade produtiva ou até levar à morte.

Por isso, é importante considerar as condições do ambiente onde o seu animal vive, a alimentação, o fornecimento de água, a interação com outros animais, entre outras características fundamentais, como, por exemplo, a hora do transporte após a compra e venda de gado, que deve ser o mais confortável possível.

O que é bem-estar animal?

Diferentes cientistas trazem em seus estudos que o bem-estar animal está relacionado ao estado de harmonia e ao ambiente onde o animal vive. Apontam também para os sentimentos dos animais, a saúde e a ausência de estresse.

Chegando a um consenso sobre a definição de bem-estar, Fraser et al. (1997) denominaram as três principais questões éticas, correlacionadas a qualidade de vida dos animais, primeiro, os animais devem sentir-se bem, em segundo devem ter um bom funcionamento, saúde, crescimento, fisiologia e comportamento.
Em terceiro lugar, os animais deveriam viver naturalmente, ou seja, deveriam poder viver da maneira na qual estão adaptados.


Como podermos medir o bem-estar animal?

Hoje um dos principais indicadores utilizados para medir o bem-estar dos animais é o estresse fisiológico, que é a resposta fisiológica do organismo em uma adaptação de um novo ambiente, transporte ou até mesmo em uma ordenha com pessoas novas.

Quando esse estresse se torna prolongado, os animais são impactados negativamente no sistema imunológico, reprodutivo e até mesmo no crescimento. É importante ressaltar que mesmo animais de qualidade, como um girolando 5/8 com melhoramento genético, por exemplo, diminuem bastante a sua produção quando estão em um ambiente desconfortável, em que ocorram interações negativas para sua qualidade de vida.

Estamos em um século em que as soluções tecnológicas se desenvolvem para facilitar a vida do homem do campo, do produtor rural, do pecuarista e de muitas outras atividades. Assim, pensar em soluções para o problema do bem-estar dos animais é fundamental para o retorno produtivo ser positivo e a lucratividade dessas atividades se tornar cada vez maior.

Já existem sistemas rotativos que consideram a interação animal-solo-pasto, as quais são uma proposta positiva para o animal, porém, ainda há um abismo para a devida aplicação e crescimento destes sistemas alternativos, tendo em vista a falta de divulgação ou de percepção da importância por parte dos profissionais do campo. Por isso, a discussão sobre o bem-estar animal e como isso impacta na produção da fazenda é tão importante: desenvolve o mercado e valoriza a produção da pecuária brasileira, todos saem ganhando quando se trata de um manejo de qualidade com os animais: os animais, os consumidores e os pecuaristas.

Compartilhe

Deixe um comentário

Confira nossos lotes

  • LOTE 166 - CELESTE PETY JFLD
    Preço promocional

    por: R$ 11.794,87

    ou até 12x de R$ 982,90 *por animal
    *sujeito à aprovação de crédito

    Preço unitário
    por 
  • LOTE 165 - BRITA FIV MCCUTCHEN JFLD
    Preço promocional

    por: R$ 11.794,87

    ou até 12x de R$ 982,90 *por animal
    *sujeito à aprovação de crédito

    Preço unitário
    por 
  • LOTE 164 - 1387 JFLD
    Preço promocional

    por: R$ 14.153,85

    ou até 12x de R$ 1.179,48 *por animal
    *sujeito à aprovação de crédito

    Preço unitário
    por